Mindfulness

Mindfulness

Mindfulness é uma tradução para inglês da palavra Sati. Sati é definido como “a capacidade de se lembrar”, e a ideia é de estarmos conscientes do que se passa no nosso corpo, na nossa mente, nos nossos pensamentos e nas nossas emoções. Ou seja, de nos lembrarmos de prestar atenção, a ter consciência de nós próprios.

Traduzido em português como “Atenção Plena” ou “Consciência Plena”, o mindfulness se popularizou nas grandes empresas entre os funcionários que buscam um alívio para o estresse do dia a dia, além de ajudar a melhorar as suas capacidades mentais e, consequentemente, a produtividade no trabalho.

Para atingir este estado, utiliza-se principalmente de técnicas de meditação (meditação Mindfulness), onde o indivíduo deve se concentrar, durante um período de tempo, em determinada coisa, como um objeto ou nas próprias reações de seu corpo: a respiração ou os batimentos cardíacos, por exemplo.
10 benefícios do Mindfulness:

1. Ajuda a dizer “NÃO” ao stress O mindfulness resulta numa calma e serenidade interior muito positivas para a saúde física e emocional. Além disso, reduz a pressão arterial e os níveis de cortisol (a hormona do stress).

 

2. Deixa os problemas psicológicos “KO”

Esta terapia é cada vez mais utilizada como um complemento do tratamento da depressão, dor crónica, ansiedade, transtornos obsessivo-compulsivos e de sono.

 

3. Auxilia na superação de conflitos

Aprender a disfrutar do presente alivia os processos de confronto interno e ajuda a eliminar rancores e feridas antigas que se fixam no subconsciente e produzem negatividade.

 

4. Suaviza os extremos da personalidade

A prática do mindfulness ajuda a amadurecer emocionalmente, a entender o interior e a evoluir aceitando as circunstâncias da vida de forma mais plena.

 

5. Desperta a criatividade e a originalidade

Através da respiração e do relaxamento, é possível aumentar a lucidez mental e abrir a porta à criatividade. A prática também ajuda a pensar de forma diferente perante os problemas quotidianos.

 

6. Mais compaixão. Mais empatia

O mindfulness despoleta reações do cérebro que estão ligadas à empatia e às emoções relacionadas com os outros. Ao praticar, sentirá que será mais fácil relacionar-se com outras pessoas.

 

7. Enjoy!

Esta terapia inclui ferramentas para que se sinta mais feliz e que ajudam a aprender a apreciar os pequenos detalhes e momentos especiais – muitos daqueles que até passam despercebidos quando o ritmo de vida é frenético.

 

8. Protege do Alzheimer

A prática do mindfulness demonstrou ser uma poderosa aliada na prevenção desta doença, já que a atenção plena é responsável pelo estímulo dos neurónios e pela redução de um gene inflamatório no sistema imunológico relacionado com o Alzheimer.

 

9. Maior concertação

São já vários os estudos que demonstram que o mindfulness ajuda a reduzir as distrações e a centrar a atenção numa só tarefa. Sentirás estes benefícios no trabalho e nas tarefas diárias.

 

10. Ajuda a dormir como um bebé

Graças à meditação, o corpo experiencia um relaxamento natural que ajuda à libertação das preocupações e a dormir muito melhor.

 

Exercícios para começar a praticar Mindfulness:

Respiração consciente

Este exercício pode ser feito em pé ou sentado, e praticamente em qualquer lugar a qualquer momento. Tudo que você tem a fazer é ficar quieto e se concentrar na sua respiração por apenas um minuto.

Comece inspirando e expirando lentamente. Cada ciclo deve durar, aproximadamente, 6 segundos. Inspire pelo nariz e expire pela boca, deixando sua respiração fluir sem esforço dentro e fora de seu corpo.

Deixe de lado seus pensamentos por um minuto. Deixe de lado as coisas que você tem que fazer mais tarde e as suas tarefas pendentes.

Conscientemente, observe sua respiração, concentre-se em seus sentidos.

Note que, uma vez que o ar entra em seu corpo o enche de vida, e, em seguida, veja o ar sair por sua boca, dissipando energia.

Se você é alguém que pensava que nunca seria capaz de meditar, adivinhe!

Você está quase lá! Se você gostou de um minuto deste exercício para acalmar sua mente, por que não tentar mais dois ou três minutos?

 

Observação consciente

Este exercício é simples, mas incrivelmente poderoso. Ele é projetado para conectar-nos com a beleza do ambiente natural, algo que é facilmente

esquecido quando estamos na correria do dia a dia.

Escolha um elemento da natureza que seja facilmente visualizado do ambiente onde você se encontra e se concentre em observá-lo por um ou dois minutos.

Pode ser uma flor, um inseto, ou até mesmo as nuvens ou a lua.

Não faça nada além de observar. Simplesmente relaxe. Olhe para o objeto como se estivesse vendo-o pela primeira vez. Visualmente, explore todos os aspectos da sua formação. Permita-se ser impactado por sua presença.

Busque uma conexão entre a sua energia e a função desse elemento no mundo natural.

 

Consciência alerta

Este exercício foi concebido para cultivar um maior senso de consciência e valorização de tarefas diárias simples e os resultados alcançados.

Pense em algo que aconteça todos os dias e mais de uma vez; algo que você faz automaticamente, como abrir uma porta, por exemplo. Então, no exato momento em que você tocar a maçaneta para abrir a porta, pare por um momento e esteja consciente de onde você está, como você se sente naquele momento e onde a porta levará você. Outro exemplo, no momento em que você abrir o seu computador para começar a trabalhar, tire um momento para apreciar suas mãos, que permitem que este processo seja possível e esteja consciente, também, do seu cérebro, que permite a sua compreensão sobre como usar o computador.

Esses pontos de contacto não precisam ser físicos. Por exemplo: a cada vez que você tiver um pensamento negativo que você pode parar, rotular esse pensamento como inútil e liberar a sua negatividade. Ou, a cada vez que você sentir o cheiro de um alimento, pare um momento para ser grato pela oportunidade de ter esse alimento e por poder compartilhá-lo com sua família e amigos.

Em vez de viver sempre no piloto automático, tenha momentos para parar e cultivar a consciência do propósito do que você está fazendo e das bênçãos que suas ações trazem para sua vida.

 

“O cultivo do Mindfulness – a percepção atenta, sem julgamentos no momento presente – soa muito simples, mas é na verdade o trabalho mais difícil do mundo para os seres humanos.” Jon Kabat-Zinn

 

Escuta consciente

Este exercício foi criado para abrir seus ouvidos para o som de uma forma única. Muito do que vemos e ouvimos diariamente é influenciado por nossas

experiências passadas, mas quando ouvimos conscientemente, vivemos uma experiência neutra, que nos permite ouvir o som sem julgá-lo.

Escolha uma música que você nunca ouviu antes. Feche os olhos e coloque seus fones de ouvido. Tente lutar contra a tendência de julgar a música pelo seu nome, gênero ou artista antes que ela comece a tocar. Em vez disso, ignore quaisquer pensamento e mantenha-se de forma neutra. Permitir-se se perder nos tipos de som e explore todos os aspectos da música. Mesmo que ela não seja do seu agrado, ignore essa resistência e dê à sua consciência total permissão para explorar cada detalhe do som.

A ideia é apenas ouvir, sem preconceito ou julgamento do gênero, artista, letras ou instrumentação.

No Comments

Post A Comment